31

out

Precisamos falar sobre o doutorado

Na terça-feira eu estava assim:

Na quarta-feira eu fiquei assim:

A verdade é que eu não ando escrevendo sobre o doutorado porque não ando falando sobre o doutorado porque estou sempre sempre sempre atrasada. Gostaria de falar que tenho pouco tempo por causa do trabalho e do apartamento e, sei lá, dos torneios Masters 1000. Mas o que aconteceu foi que eu passei uns seis meses ansiosa/insegura/travada, produzindo bem abaixo do que poderia.

A própria qualificação foi no limite do prazo, e meu relatório estava bem pior do que eu gostaria. Eu me salvo um pouco porque consigo escrever de um jeito que parece lógico e agradável. Talvez eu não devesse me salvar alguma vez, porque até hoje tudo sempre deu certo e eu continuo com essa confiança besta de que as coisas ficarão prontas de algum jeito.

No lado positivo, a banca de qualificação era incrível. Deu um pouco de nervosismo nos dias que eu passei tentando me preparar, mas fico muito feliz de ter os comentários deles para dar continuidade agora.

E preciso parar de evitar este assunto. Não me deixem evitar este assunto.

Deixe um comentário