06

dez

Comprando o presente de natal da minha mãe

Pode perguntar para meu irmão ou para a minha irmã — comprar presente para a minha mãe é difícil. Pro meu pai é super tranquilo — o álcool dele, inclusive, já está no meu armário faz semanas –, mas com a minha mãe é meio que um exercício de escolher uma coisa que ela não vai usar.

(Digo isso como a pessoa que abriu o vinho sobremesa que ela ganhou em algum natal passado.)

Até que este ano ela comprou um tablet (e agora viciou em Candy Crush) e enrolou a vida para comprar uma capinha pra ele. Aí eu parei na lojinha aqui perto comprar uma película nova para o meu celular e… vocês têm capa para tablet? Claro, né. Tem capa de tudo naquele metro quadrado de loja.

Atendente: “É para homem, para mulher, para criança?”
Eu: “Mulher. Para a minha mãe.”
(Atendente me traz alguns modelos pink e de lacinho.)
Eu: “Tem alguma menos rosa? É pra minha mãe, ela tem 61 anos e… [olha para onde a atendente está escolhendo] ESSA DO MEU MALVADO FAVORITO!”

Por favor entendam. Minha mãe adora “Meu malvado favorito”.


 

Deixe um comentário