Posts com a tag ❝trinta❞

29

ago

20/30

30_20

Um clichê matemático é gostar de números primos. Eu nunca gostei de números primos. Eu gosto de números cheios de divisores inteiros. Tipo 60 – divisível por 1, 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20, 30 e, claro, 60. Gosto de números pares. Gosto de números divisíveis por 3 com seu padrão de […]

28

ago

19/30

30_19

Adotamos a Mia faz pouco menos de 4 anos. Foi em novembro de 2009, quando eu ainda fazia mestrado com bolsa Capes e não trabalhava no IAG. Encontramos a Mia em uma feira de bichinhos de um abrigo, no estacionamento de um supermercado. Ela era minúscula, assustada e com o coração batendo acelerado quando o […]

27

ago

18/30

30_18

Aqui vai uma história real: eu sentei aqui ao lado da TV com transmissão do US Open para escrever o 18º post sobre alguma coisa tipo cabelo, boybands ou chocolate. Poderia ter sido divertido (provavelmente não seria). Só que aí eu cometi a imprudência de abrir meu e-mail de trabalho e comecei a responder as […]

26

ago

17/30

30_17

Ontem aconteceram os VMAs e eu nem liguei porque, hello, não é 2001 e quem assiste essas coisas a essa altura? Mas claro que eu vi um pedaço, porque *NSYNC apareceu junto no mesmo palco durante uns 10 segundos e eu consigo até ignorar o grito desesperado por atenção do JC Chasez para apreciar esse […]

25

ago

16/30

30_16

Em algum momento, você precisa parar de fazer drama e falar sobre… cabelos. Yup. Eu juro pra vocês que eu não sou daquelas que reclamam do cabelo. Meu investimento de tempo e dinheiro é mínimo. De verdade. Na maior parte do tempo, eu estou perfeitamente satisfeita com ele. Especialmente nestes últimos três anos, quando eu […]

24

ago

15/30

30_15

E chegamos à metade da brincadeira. Gosto de metades. Mais ou menos. Durante muito tempo, poucas coisas me incomodaram tanto quanto estar na média. E eu sempre me achei tão na média. Nem rica, nem pobre. Nem inteligente, nem burra. Nem alta, nem baixa. Nem magra, nem gorda. Cabelos castanhos (voltarei aos cabelos, algum dia […]

23

ago

14/30

30_14

Quando eu tinha uns 15 anos, estava po-ra-qui (sim, nessa separação silábica mesmo) de Jundiaí. Não tinha nada do que eu queria, era só um mundinho pequeno com as mesmas famílias e seus filhos e seus colégios. Jundiaí era minha Tatooine e tudo o que eu queria era sair daqui. Ao mesmo tempo, voltar para […]

22

ago

13/30

30_13

Eu fui uma daquelas pessoas que lamentou o fim do Google Reader porque eu aparentemente sou das antigas e fico perdida sem meus feeds. Mas, enfim, GReader acabou. Eu migrei para o Feedly depois de recomendações. Demorei um pouco para me adaptar porque ele tem muito mais frescuras (e não tem a busca!), mas o […]

21

ago

12/30

30_12

Renovei este abaleialiteral.com.br por mais dois anos. Estou com ele desde 2010 sem nenhuma crise de VOU APAGAR TUDO E COMEÇAR DE NOVO. Nenhuma. O lhys.org, já renovado até 2017, é meu desde 2005. Nem estou usando muito, mas não tenho nenhum interesse em largar. Antes do domínio, eu fui “hospedada” por pessoas que tinham domínios. […]

20

ago

11/30

30_11

Não tem a ver com os trinta anos. Assim, tem a ver indiretamente. Foram várias coincidências que acabaram assim: Esses estranhos dias em que tudo o que vc queria era conseguir trabalhar. — Lhys (@lhys) August 20, 2013 É aquela coisa do trabalho que fica para o final de semana. É aquele e-mail que você […]